Estrelas de Aruanda

O índio mais forte, proteje o mais fraco.

Caboclo 7 Estrelas

Ervas na Umbanda

Ervas na Almas e Angola.

 

Antes de começar a falar sobre a força que as ervas tem dentro da umbanda, precisamos falar sobre o grande Orixá Ossaim. 

Ele é o orixá das folhas sagradas, ervas medicinais e litúrgicas. Sua importância é primordial. Nenhuma cerimônia pode ser realizada sem sua interferência. 

É o detentor da força, poder e vitalidade.

Um bálsamo de folhas verdes é a energia de Ossaim. 

Este orixá das plantas sagradas e milagrosas, se mistura na mata e pode até ser confundido com a vegetação.

Ossaim com seu poder  extrai das folhas as curas de todos os males. Sendo o único ser que possui total domínio sobre elas.

Sempre que for mexer com as ervas, seja para banhos, chás, defumação. É preciso que antes você peça licença a Ossaim. Pois como já falamos nada existe sem a permissão Dele, Sem folha não tem vida, sem folhas nada poderá existir.

 

 Ossaim 

Sincretismo - São Benedito

Dia da semana - Quinta-feira, junto com Oxóssi

Saudação - “Ewé Ó”, “Ewê ewê asá”, “Ewê ô”, “Eruejé” – “Salve as folhas!”

 Dia do ano - 05 de Outubro

 

A seiva das folhas é o sangue vegetal que na forma de banhos e chás, nos purifica e consagra.

As ervas possuem vasto uso, banhos, chás, unguentos, defumadores…,enfim, são primordiais, como purificadores, protetores e de cura.

Os Banhos de ervas não são exclusividade nos terreiros de Umbanda e Candomblé, de modo geral, temos banhos de todos os tipos ligados a diversas visões religiosas.

Aqui falaremos do uso de algumas ervas dentro da Almas e Angola. Sabemos que cada casa tem a sua doutrina e fundamento, assim sendo recomendamos que antes de fazer qualquer coisa para o seu santo, consulte o seu Zelador(a), ou a uma entidade de sua confiança. E lembre-se, as energias que a natureza nos oferece, devem ser sempre usadas para o nosso bem e em benefício de todo aquele que te pede ajuda.

 

ERVAS QUENTES

Vamos chamar de “ervas quentes” as mais fortes as que têm alto poder de limpeza, onde a maioria delas são  usadas por orixás que carregam a energia de terra e fogo. Exemplo: Obaluaê, Iansã,Ogum, Xangô, Exú entre outros. Essas ervas não devem ser usadas em banhos a todo momento, pois seu uso excessivo pode causar rompimentos em nosso campo energético. Aqui temos algumas:

 Fumo, Bagaço de cana, Guiné, Arruda, Casca de Alho, Espada de São Jorge, Espada de Santa Barbára,  Aroeira, Peregum, Pimenta, Losna, Alpiste, mamona, Cânfora, Folha de Chorão, comigo ninguém pode, carqueja, picão preto, eucalipto, bambuzinho, lança de Ogum…etc.

 

ERVAS FRIAS

Ervas frias são as que atuam de forma equilibrada, não agridem, ao contrário, atenuam efeitos negativos de ervas quentes. São ervas que reconstroem a energia, de nosso espírito uma mesma erva pode ser usada por mais de um Orixá, não importando a energia trabalhada por ele. Exemplo: Colônia uma erva que é usada por Oxalá, que tem o éter como energia, assim como Iemanjá que trabalha com o elemento água.

Folha de Manga,  Alfazema, Cipó Caboclo,  Calêndula, Samambaia,  Hortelã,  Pitanga,      Manjericão, Levante, Camomila, Boldo,  Erva Doce, Macela do Campo,  Alecrim  Sálvia, erva cidreira, alecrim do campo, camomila, capim santo, malva branca, malva cheirosa, erva de santa Maria, erva de santa luzia, jasmim, colônia, alfazema, melissa, capim cidrão, folha de maracujá, manjericão, etc…

 

Ervas bravas: Ervas bravas de preferência devem ser usadas apenas como bate folha (descarrego) na matéria ou em lugares.

Barba de velho, unha de gato, comigo ninguém pode, coroa de cristo, mamona, picão preto, urtiga, chorão, folha de limão, folha de seringueira, etc…

Algumas ervas mais usadas na Umbanda


 

ORIXÁS E SUAS ERVAS

Oxalá: Tapete de Oxalá (boldo), algodão, arnica da horta, alecrim, folhas e ramos de palmeiras, folhas de laranjeira, hortelã, erva cidreira, rama de leite, malva branca, saião branco, folha da costa, rosa branca, louro, manjerona, manacá, macaça, erva doce;

Oxossi: Alfavaca do campo, jureminha, caiçara, arruda, abre caminho, malva rosa, capeba, peregum, taioba, sabugueiro, jurema, capim limão, acácia, cipó caboclo, goiabeira, erva de passarinho, guaco, guiné, malva do campo, são gonçalinho, Louro, cabelo de milho, eucalipto, manjericão, samambaia;

Iansã: Erva santa, umbaúba, folhas de bambu, folha de fogo, capeba, perientária, bredo sem espinho, malmequer branco, dormideira, espada de santa bárbara, flores amarelas ou coral, dracena, papoula, gerânio, erva de passarinho, erva tostão, guiné, jaborandi, louro, malva rosa, nega mina, peregum, pinhão roxo;

 

Ogum: Espada de São Jorge, crista de galo, folhas de mangueira, Taioba, Cipó chumbo, Palmeira de dendezeiro (Mariwo), abre caminho, alfavaquinha, arnica, aroeira, capim limão, carqueja, dandá da costa, erva tostão, eucalipto, jaboticabeira, losna, pau rosa, peregum, porangaba, são gonçalinho, jatobá;

 

Iemanjá: Jarrinha, Rama de leite, cana do brejo, betis cheiroso, algas marinhas, alfavaquinha,flores branca de qualquer espécie, aguapé, camélia, folha da costa, jasmim, lágrima de nossa senhora, macela, malva branca, taioba branca;

 

Xangô: Folha da costa, matamba, betis cheiroso, levante, folha de fogo, cerejeira, figueira branca, amoreira, ameixeira, espada de Santa Bárbara, Comigo ninguém pode, cipó mil homens, folhas de café, folha de manga, Guiné, arruda, limoeiro, umbaúba, vence demanda, urucum, pessegueira, pau pereira, para raio, noz moscada, nega mina, mutamba, mulungu, manjericão, malva cheirosa, jaqueira, folha da fortuna, folha da costa, fedegoso, erva tostão, erva de são João, cavalinha;

 

Oxum: Folha de vintém, folha da fortuna, malva, dracena, rama de leite, malva rosa, narciso, flores de tonalidade amarela, lírios de toda espécie, margaridas, flor de maio, amor perfeito, madressilva, quioco, oriri, mutamba, melissa, macaça, ipê amarelo, folha da costa, erva de santa Maria, erva de santa luzia, colônia, camomila, assa peixe, aguapé;

Banho de Ervas

Omulu/Obaluaê: Zínia, folhas de laranja lima, folhas de milho, barba de velho, vassoura preta, velame, sete sangrias, sabugueiro, musgo, manjerona, mamona, espinheira santa, carobinha do campo, assa peixe;

Nanã: Alfavaca roxa, assa peixe, avenca, cana do brejo, capeba, cedrinho, cipreste, erva de passarinho, jarrinha, manacá, Maria preta, mutamba, quaresmeira, rama de leite;

 

Ibejis: Jasmim, Alecrim, Rosa Branca, Alfazema, Colônia, Melão, Folha de Algodão, Saião, Manjericão, Sálvia, Camomila, Erva Cidreira

Exu: mamona, carqueja, picão preto, unha de gato, arruda, comigo ninguém pode, arrebenta cavalo, cactus, cana de açúcar, Mangueira, pimenta da costa, pinhão roxo, urtiga, chorão, Aroeira

Os banhos de ervas são característico da umbanda, mas também praticados por pessoas de outras religiões. Na Umbanda, fazem parte do processo de limpeza e purificação do corpo e do espírito.

 

ERVAS e suas propriedades

 

Arnica – afasta a negatividade

Abre Caminho – renova as forças

Alecrim – clareza mental

Arruda – proteção

Anis Estrelado – aumenta a auto-estima

Alfazema – mudança

Camomila – limpeza (bactericida)

Canela – limpeza, força e prosperidade

Cravo da Índia – estimulante

Erva doce – boas energias

Espada de São Jorge – proteção

Folhas de Manga – prosperidade

Folhas de Louro – prosperidade

Fumo – proteção

Guiné – proteção e força

Girassol (sementes) – acelera as mudanças

Hortelã – aceitação

Losna – corta a negatividade (raivas)

Macela – calmante (bom para insônia)

Manjericão – equilíbrio, renova as células do organismo

Pitanga (folhas) – melhora a circulação

Rosas brancas – limpeza

Rosas vermelhas – energia


 

Banhos Específicos:

 

Descarrego:

– 3 galhos de arruda

– 3 galhos de guiné

– 3 galhos de alecrim

– 1 espada de São Jorge

 

Abre Caminho:

– 7 folhas de loro

– 7 galhos de manjericão

– 7 cravos da india

– 7 sementes de girassol

 

ERVAS PARA AFASTAR MAUS ESPÍRITOS  –   São usadas para fazer Sacudimentos de Pessoas e Ambientes como: Losna; Cipó; Comigo-Ninguém-Pode; Fumo; Alho; Crisântemo; Bananeira; Abre-Caminhos; Espada de São Jorge; Pinhão Roxo; Guiné; Mamona, entre outras.

ERVAS PARA AMULETO – Usadas com a finalidade de Proteção e Segurança, são as seguintes: Alfavaca ou Manjericão; Guiné; Arruda;  Alecrim; Canela Preta; Espada de São Jorge, entre outras.

fonte https://raquelcain.wordpress.com/folhas-e-ervas-dos-orixas/

 

1) Infusão

Derramar água fervendo sobre as ervas numa vasilha e deixar tampado por pelo menos 10 minutos ou até esfriar. Esse preparo é adequado para as partes moles da erva. Folhas, caule e flores são indicados para esse método.

2) Decocção

Coloque as ervas numa panela e complete com água. Deixe ferver por uma média de 15 minutos. Esse preparo é indicado para partes duras da erva como raízes, casca e sementes.

3) Tisana

Quando a água da panela estiver fervendo, coloque as ervas e deixe ferver por mais uns 2 minutos. Em seguida, tire do fogo e deixe repousar por alguns minutos ou até esfriar. Esse método pode ser usado para qualquer preparo de chás.

 Vamos citar algumas maneiras de fazer um chá. As principais são:

Melissa

Ação antidepressiva, anti-inflamatória, antioxidante, expectorante;

Camomila

Expectorante, melhora a ansiedade, funciona como relaxante, tônico mental;

Anis

Age no sistema nervoso e atua melhorando a qualidade do sono;

Limão

Ação anti-inflamatório, desintoxicante, expectorante;

Capim-Santo

Funciona como sedativo, anti alérgico, expectorante, relaxante;

Hibisco

Chá com essa planta ajuda a controlar a pressão, deixando as artérias mais saudáveis e a acelerar o gasto calórico;

Chá-mate

Reduz o colesterol e os riscos de desenvolvimento de doenças cardiovasculares;

Hortelã

Se sente um tanto quanto esquecido e quer dar uma ajuda na memória? Aposte nesse chá, que estimula a produção de dopamina, neurotransmissor que é ligado à memória. Poderoso antiviral, tem anti-inflamatória e expectorante;

Chá-preto

Apesar de ter menos antioxidantes que outros tipos de chás, este possui a missão de proteger o coração, já que age abaixando a pressão;

Chá-branco

Com seu alto poder, reduz inflamações e previne doenças como o câncer;

Chá-verde

Tem efeito termogênico e contribui para a prevenção e até o tratamento do câncer de próstata. Também reduz em 11% o risco de males cardíacos e é bom para diabéticos;

Passiflora

Tem poder calmante, a folha do maracujá entra na fórmula de fitoterápicos, sendo usada ainda no tratamento de ansiedade;

Boldo-do-chile

Ajuda na digestão, conforme comprovou o levantamento realizada na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), no interior paulista.

Carqueja

Assim como o boldo, a ajuda na produção da bile, facilitando a digestão e redução das taxas de açúcar no sangue, além de propriedades antiúlcera e anti-inflamatórias;

Alecrim

Ajuda no combate à depressão, inibindo a degradação dos neurotransmissores serotonina, dopamina e noradrenalina, responsáveis pela sensação de bem-estar;

Espinheira-santa

Planta que ajuda no combate à azia e mal-estar estomacal;

Barbatimão

É uma planta do nosso cerrado e concentra substâncias cicatrizantes.
Pode ser feito em forma de chá e também existem pomadas com esse composto.

Os chás obviamente podem melhorar sintomas mais leves de diversos males, mas em qualquer piora de seu organismo, a indicação é procurar rapidamente uma unidade de saúde para orientação profissional de tratamento de saúde.

https://www.grupopaxnacional.com.br/blog/17-chas-com-beneficios-comprovados.html

Sobre

O Centro Espírita São José, popularmente conhecido como Bakaka, é um dos terreiros com registro ativo mais antigo de Florianópolis. Fundado por Tanair Caetano Furtado em 19 de abril de 1959 no ritual da Umbanda, desde 2006 integra o rol de Casas do culto de Almas & Angola, tradicional viés afro-brasileiro típico do litoral catarinense.


Dirigido pelos zeladores Renato de Oxossi e Marluci de Oxaguiã e tem como zeladora auxiliar a Yalorixá Mayara Furtado, além de contar com um corpo mediúnico de aproximadamente 40 pessoas entre cambones, ogãs e médiuns de incorporação.


Além das sessões semanais ocorridas na sexta-feira, e os atendimentos nas quarta-feira, os estudos no CESJ são constantes, pois entendemos que o aprimoramento espiritual de cada médium deve ser incentivado tanto quando o conhecimento que cada um deve buscar individual e coletivamente a fim de facilitar o trabalho dos Orixás e entidades. Os estudos são dirigidos e orientados por entidades, oferecendo assim respaldo aos trabalhos desenvolvidos como: de cura, limpezas energéticas (ebós), alinhamento de chakras, cirurgias espirituais. Além disso, existe a equipe responsável pela redação e edição de livros ditados, neste caso sob a direção do Caboclo Sete Estrelas.


Os estudos aqui apresentados são uma reunião das pesquisas dos médiuns, de grupos de discussão e da orientação das entidades que coordenam os trabalhos espirituais do CESJ.


Por mais que existam fontes científicas e empíricas em cada descrição, é importante destacar que a palavra final sobre cada conceito é dada por pelo menos uma entidade comandante da Casa, portanto, são informações usadas para o andamento desta casa em específico.


Esperamos auxiliar quem busca esclarecimento acerca da espiritualidade, sobre seus modos, apresentações, ferramentas, cores, energias e vibrações, à luz do bom senso e com a segurança de espíritos esclarecidos que fazem a caridade nesse Lar querido há mais de seis décadas.


Entre e seja bem-vindo

Arquivos

Parceiros

  • Canal Macumbaria